Image Map
'"loading" + data:blog.mobileClass'>

31 maio 2016

Tenho alergia a esmalte, e agora?

| | |
Oieee Genteee.....

Tudo bom com vocês meus amores???
Olha que demorou mas consegui liberar esse post. rsrs

Vamos começar aqui no blog uma série de postagens sobre alergia a esmaltes, cada um com um tema diferente, e esse é o primeiro deles onde conto como descobri a alergia:

  1. Tenho alergia a esmalte, e agora?
  2. Alergia a esmaltes tem solução?
  3. Quais marcas de esmaltes são hipoalergênicas?



Gente, vamos ao começo dessa saga....
Eu sempre usei esmaltes, dos mais caros aos mais baratos, sem preconceito!
A mais ou menos uns dois anos eu reparei que em volta das minhas unhas, as cutículas estavam meio grossas e duras para tirar, como se estivessem excessivamente ressecadas. Comecei a hidratar a mão diariamente, e nada da danada voltar ao que era. Os meses foram passando e esse ressecamento foi "descendo" para os dedos, e a pele cada vez mais sensível.


Essa sensibilidade foi gerando uma irritação, até que eu tomei vergonha na cara e fui procurar um dermatologista, ele pediu exames e nos resultados deu que era dermatite de contato.
Durante todo o período em que eu passei com esse médico ele disse que a alergia era de produtos de limpeza, hidratantes, óleos corporais, algum tipo de alimento.....a cada consulta era um diagnóstico diferente.
E isso pode acontecer facilmente, pois a alergia a esmalte não é tão fácil de se identificar.


Ela geralmente aparece como um ressecamento ou irritabilidade na área dos olhos, rosto e até pescoço, mas no meu caso só foi nos dedos mesmo, e isso dificultou saber realmente o que estava acontecendo.
Depois de desistir por mais um ano de procurar solução para o meu problema, comecei uma pesquisa por conta própria na internet e vi vários casos parecidos com o meu, decidi parar de usar esmalte por dois meses e a diferença foi enorme. Minhas mãos ainda estão um pouco ressecadas, mas a coceira e vermelhidão sumiram. Comecei a usar uma pomada antialérgica (receitada por outro médico rsrs) na região afetada e cada dia está melhor. 

A alergia ao esmalte é geralmente causada pelos produtos químicos contidos no esmalte, como tolueno ou formaldeído por exemplo, e embora não tenha cura, esta pode ser controlada usando esmaltes antialérgicos ou adesivos de unha, por exemplo.

Se você tem algum desses sintomas pode ser que tenha alergia a esmaltes também:


Vermelhidão no rosto com presença ou não de bolinhas


Coceira, ressecamento e descamação na área dos olhos


Unhas frágeis que lascam facilmente                                      Pele ressecada e com coceira

Caso você suspeite que sua alergia seja esmaltes, procure seu dermatologista e o informe

Agora a resposta a pergunta que não quer calar, tenho alergia ao esmaltes e agora?
  1. Trocar de marca de esmalte, pois pode acontecer fazer alergia a certos componentes de marcas específicas de esmaltes;
  2. Usar removedor de esmalte hipoalergênico, nunca acetona, pois ela pode agravar a reações de alergia na pele, podendo mesmo ser irritante para a pele;
  3. Utilizar esmaltes sem Tolueno ou Formaldeído, pois são os principais químicos causadores da alergia ao esmalte;
  4. Utilizar esmaltes hipoalergênicos ou antialérgicos, feitos sem substâncias que possam causar reações de alergia;
Então é isso meus amores, espero que tenha ajudado vocês ao menos um pouco.
Um beijassos curado da alergia
E até o próximo post!



10
35px
118px

10 comentários:

  1. Não tenho alergia a esmalte, mais tem um que eu adoro é o da Risque, porq além de ser um bom esmalte, eles são antialérgicos.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, não sabia que a alergia aos esmaltes poderiam causar também nos olhos, já tive isso uma vez, será que foi do esmalte? rs! Adorei o post, super esclarecedor! Beijos
    www.achatadebatom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa Carol que post incrível! Não tenho alergia a esmalte, mas esse post serviu de alerta para as pessoas tomarem os devidos cuidados! Bjos

    ResponderExcluir
  4. Que interessante o post, não me recordo de ninguém falando sobre alergia a esmalte e creio que você focou bastante já que você também citou algumas dicas.
    beijos!
    www.garotadelicada.com.br

    ResponderExcluir
  5. Vanessa, eu descobri alergia de esmaltes a três anos, as vésperas do meu aniversário de 18 anos, inclusive nem esmalte eu usei na festa. Na época eu fiquei muito triste muito mesmo, a única marca de esmaltes que fazia esmaltes hipoalérgicos era a risqué e mesmo assim era muito poucas cores e os esmaltes eram bem caros, eu não tinha condições na época de comprar as cores disponíveis foi então que eu ganhei alguns esmaltes de pessoas queridas. Como você mesmo disse, não é fácil diagnosticar esse tipo de alergia o meu demorou algum tempo, e a minha alergia foi descamação no olho, aparecimento de vermelhidão próximo a boca e muita coceira. Hoje existem várias marcas que produzem o esmalte hipoalérgico, inclusive a risque só faz esmaltes assim, mas recentemente eu descobri uma forma de como usar um esmalte que não é sem afetar a minha saúde, as vezes encontramos esmaltes que não são de cores tão lindas e queremos usar, foi o caso de quando a Bia do Boca Rosa lançou a coleção de esmaltes dela e meu namorado me deu a coleção. Bom, eu passo uma camada de base hipoalérgica nas unhas, passo a camada do esmalte e passo outra camada de base hipoalérgica na unha, quando faço isso não dá alergia e já tem quase um ano, mas tem um porém, eu não passo sempre o esmalte normal, eu do intervalos, se eu passo essa semana, na outra passo um esmalte que seja hipoalérgico. O comentário ficou grande mas quis contar minha história e essa dica, tenta de alguma forma desse jeito que eu fiz (me deu muito medo de fazer e dar alergia por isso observei bastante). Já estou te seguindo. Um beijo
    http://www.karinadovale.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Carol, a única coisa que sabia sobre alergia e esmalte é que podia dar reação nos olhos, agora como a unha fica me surpreendeu.
    Amei o post, Vi. Super bem explicado e vou ficar aqui aguardando os próximos episódios da saga kkkkk
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Eu descobri que esmaltes pioravam minha enxaqueca depois de muito tempo insistindo sem me tocar do problema, pois achava que só dava problemas de pele. Tinha uma colega que inchava toda por causa do esmalte e passou usar só Revlon na época pq era o único hipoalergênicos. Ainda bem que hoje as empresas se preocupam em disponibilizar mais esmaltes "free", mas 10, 15 anos atrás era punk!

    ótimo post!

    Bjo!

    ResponderExcluir
  8. Ola Carol, também tenho alergia a esmalte, demorei +/- 1 ano para descobri, depois de muitas pesquisas deixei o esmalte e depois de 4 meses +/- os sintomas começaram a diminuir, a minha alergia foi muito forte, fiquei com o rosto todo vermelho e ardendo, parecia que pegava fogo. O pior desta alergia é que demora muitos meses para os sintomas sumirem por completo, pois ela melhora, mas depois vai persistindo (com menos intensidade), mas vai persistindo. Carol quanto tempo depois de deixar de usar o esmalte os seus sintomas da alergia sumiram por completo? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie minha linda....tudo bem?
      Então, não sumiram por completo ainda, minhas mãos estão meio enrugadinhas ainda, mas acho que é mais por falta de hidratação intensiva né?! Por que o esmalte que causa alergia resseca muito as mãos.
      Beijassos Maria.

      Excluir
  9. Obrigada Carol, pela resposta.
    Olha eu ja estou 8 meses sem esmalte e ainda sofro com os sintomas, ja não é tão grave como no incio, mas ainda é chato. Os seus sintomas também persistem por quantos meses? ja não vejo a hora de me livrar deles por completo. Obrigada

    ResponderExcluir